Vision E ou Citigo EV: Qual será o primeiro elétrico da Skoda?

A Skoda apresentou em Xangai o Vision E, o seu primeiro concept car. Mas será este o primeiro dos cinco elétricos prometidos pela marca até 2025, ou poderá um Citigo elétrico ganhar a corrida?

Depois de muitos teasers e antevisões, a Skoda apresentou finalmente o seu primeiro concept show car, o Vision E, que serve como mostra das ambições elétricas da marca checa, que prometeu lançar cinco modelos totalmente elétricos até 2025. Bernhard Maier, responsável máximo da marca, lançou o repto, declarando ao mesmo tempo que as vendas de elétricos deverão corresponder a 25% do total de vendas da marca nessa altura.

A assunção automática foia de que seria o Vision E, baseado na arquitetura MEB da Volkswagen, que lideraria esta ofensiva elétrica checa, mas Christian Strube, responsável pelo desenvolvimento técnico da Skoda, revelou à imprensa presente em Xangai que “Dissemos que o Vision E é o nosso primeiro carro baseado na plataforma MEB e que é o nosso primeiro concept show car elétrico. Mas nunca dissemos que será o nosso primeiro modelo elétrico de produção”.

O pequeno Citigo poderá bater o Vision E na corrida para o primeiro modelo 100% elétrico da Skoda.

Estas afirmações indicam sem sombra de dúvida que a Skoda se prepara para lançar uma variante elétrica de um dos seus modelos atuais, e o pequeno Citigo parece o candidato óbvio, uma vez que é em tudo idêntico ao Volkswagen up!, que já tem uma versão elétrica, o e-up!, animada por um motor elétrico de 18,7 kWh e com uma autonomia anunciada de 160 km. Mais ainda, a Seat já está a trabalhar numa versão elétrica do Mii, o terceiro desta “família” de citadinos do Grupo VW.

Uma vez que Maier já havia dito que o primeiro Skoda a ser eletrificado seria a variante híbrida do Superb, em 2019, e que a versão de produção do Vision E chegaria em 2020, o Citigo EV, a acontecer, deverá ser lançado no final de 2019 ou início do ano seguinte.

Mais notícias
PUB
PUB
PUB