Viagem pelos mares da Terra Nova

Inaugura hoje o trabalho do fotógrafo açoriano, Pepe Brix, numa viagem pelos mares da Terra Nova.

Durante cerca de dois meses, a exposição patente no Clube do Bacalhau, em Lisboa, trará as cores dos mares gelados do Atlântico Noroeste a este espaço gastronómico lisboeta. O título desta reportagem “Código Postal: A2053N, publicada pela National Geographic Portugal, documenta os três meses e meio que o fotógrafo passou a bordo do bacalhoeiro Joana Princesa – um dos 13 sobreviventes da frota branca, como é conhecida a frota portuguesa no meio – acompanhando o dia-a-dia dos pescadores, os verdadeiros heróis desta história, no seu trabalho em condições bastante duras.

Inspirado no conjunto de caracteres que representa a matrícula da embarcação fotografada, o título da reportagem, que é também o desta exposição, aposta numa simplicidade que contrasta com a realidade a que reporta. Uma viagem a não perder que nos transporta até aos mares da Terra Nova e que se prolonga até Maio.

Natural dos Açores, da Ilha de Santa Maria, o fotojornalista Pepe Brix é sobretudo um viajante incurável, ou um “vagamundo”, como pode ler-se na biografia do seu site oficial.
Atrás da sua objectiva incansável já percorreu o mundo de lés a lés, do Peru à Índia, ao Nepal, à China, à Terra Nova. foto-reportagem Código postal: A2053N valeu a Pepe Brix o Prémio Gazeta 2015 de fotojornalismo.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB