Vendas da Sonae no retalho aumentaram 6,9% para recorde de 5.554 milhões em 2017

As vendas 'online' de retalho ultrapassaram os 100 milhões de euros em 2017, especialmente com a contribuição da Worten, Sonae MC e Salsa.

A Sonae atingiu um volume de vendas recorde de 5.554 milhões de euros na área do retalho no ano passado, de acordo com os dados preliminares hoje divulgados pelo grupo.

Segundo um comunicado hoje enviado à CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, “as vendas conjuntas das unidades de retalho da Sonae cresceram 6,9% face ao ano anterior, beneficiando de vendas recorde na Worten, Sonae MC e Sonae Sports & Fashion”.

Só por si, a Worten superou mil milhões de euros de vendas e as operações de ‘e-commerce’ do retalho já vendem mais de 100 milhões de euros.

“Os negócios de retalho da Sonae aceleraram o seu crescimento em 2017, com todas as unidades a contribuírem positivamente para o aumento das vendas. Este desempenho traduziu a constante melhoria da proposta de valor, a expansão dos formatos de conveniência, o sucesso dos conceitos de loja, a aposta no omnicanal, o reforço do portefólio de negócios e a expansão internacional”, destaca o referido comunicado.

Em termos trimestrais, de outubro a dezembro as vendas da Sonae registaram um aumento de 7,3% face a 2016 para 1.556 milhões de euros.

As vendas ‘online’ de retalho ultrapassaram os 100 milhões de euros em 2017, especialmente com a contribuição da Worten, Sonae MC e Salsa.

Sobre o segmento do retalho alimentar, Luís Moutinho, CEO, afirma que “o ano de 2017 foi, uma vez mais, um ano positivo para a Sonae MC com o contínuo reforço da nossa liderança num ambiente de mercado bastante exigente”.

“Em linha com as nossas expectativas, as vendas cresceram 5,4% quando comparadas com 2016, suportadas quer por um crescimento de vendas no universo comparável de lojas de 1,2%, quer pela contínua expansão das nossas lojas de proximidade, os Continente Bom Dia. O crescimento das vendas no universo comparável de lojas demonstra os resultados de uma proposta de valor mais forte, nomeadamente no que se refere, à melhoria efetiva da qualidade dos perecíveis e consequentemente, à melhoria da respetiva perceção de qualidade, bem como, à perceção de preço (…)”, sublinha aquele responsável.

Por seu turno, Miguel Mota Freitas, CEO destas unidades destaca que “a Worten terminou um ano particularmente positivo, ao ultrapassar mil milhões de euros de vendas e um crescimento de vendas no universo comparável de lojas próximo dos dois dígitos”.

“Com este desempenho positivo, a Worten conseguiu reforçar a sua quota de mercado em Portugal e em Espanha, quer no canal ‘offline’ quer no ‘online'”, garante aquele responsável.

Para Miguel Mota Freitas, “a divisão de ‘Sports & Fashion’ apresentou um crescimento de vendas de 11,7%, com uma contribuição positiva do universo comparável de lojas das marcas de ‘fashion’, apesar do impacto negativo das condições climatéricas sentidas no mês de outubro”.

No que respeita à Sonae MC, esta unidade acelerou o crescimento e alcançou novo recorde de vendas, que ascenderam a 3.884 milhões de euros, aumentando 5,4% quando comparado com 2016.

“Esta evolução foi suportada pela contínua expansão da rede de lojas (com a abertura de 19 Continente Bom Dia e 1 Continente Modelo) e por um crescimento de vendas no universo comparável de lojas de 1,2%”, sublinha o referido comunicado.

Este documento explica ainda que esta variação positiva de vendas no universo comparável de lojas da Sonae MC refletiu o impacto de um conjunto de medidas implementadas no sentido de fortalecer a sua proposta de valor, destacando “a melhoria efetiva da qualidade dos perecíveis e consequentemente a melhoria da respetiva perceção de qualidade e a perceção de preço novamente confirmada pelo mais recente estudo de outubro de 2017, no qual a Sonae MC foi reconhecida pela DECO, a Associação Portuguesa de Defesa do Consumidor, como líder em preço do mercado português”.

“Este desempenho operacional permitiu à Sonae MC continuar a reforçar a sua quota de mercado, quer no trimestre quer no ano. Relativamente ao quarto trimestre de 2017, em que as vendas da Sonae MC aumentaram 6,8% para 1.070 milhões de euros, é de realçar o crescimento de vendas no universo comparável de lojas que atingiu 3,2%”, adiantas o comunicado.

Segundo a Sonae, este crescimento “foi particularmente positivo considerando a variação comparável de 2,1% registada no quarto trimestre de 2016.

“De acordo com a estratégia de fortalecer a sua posição no segmento de ‘Health & Wellness’ ao longo de 2017, a Sonae MC deu vários passos com o objetivo de promover a saúde e bem-estar das comunidades, nomeadamente o aumento da variedade de produtos saudáveis nas lojas Continente com a marca renovada bio e saudável; a aquisição de 51% da Go Natural e 100% dos supermercados Brio; e a abertura de 19 Well’s e três clínicas Dr Well’s”, explica o comunicado da Sonae.

Já em janeiro de 2018, a Dr. Well’s abriu a sua quarta clínica especializada em medicina dentária e medicina estética.




Mais notícias