Turismo aposta no empreendedorismo e na inovação

Turismo de Portugal assinou protocolos com incubadoras para sustentar o crescimento do setor.

Pau Barrena/Bloomberg

O Turismo de Portugal assinou no dia 29 protocolos com 27 incubadoras, com o propósito de criar as condições necessárias à incubação de startups e ao desenvolvimento de novas ideias de negócio associadas ao turismo.

A sustentabilidade do setor depende, em muito, da reinvenção constantes das experiências nos destinos e melhoria dos sistemas de suporte. Para que isso possa acontecer é fundamental fazer do empreendedorismo e do apoio à inovação duas prioridades absolutas na estratégia para o futuro do turismo.

O Turismo de Portugal visa com este protocolo, apoiar o desenvolvimento de programas de aceleração, assegurando a participação de startups e de novas empresas associadas nas feiras de turismo no estrangeiro e promover contactos internacionais nesse contexto.

Vai, também, disponibilizar uma estrutura de apoio às startups e fornecer informação através de dados abertos. Por fim, dispensa espaços nas suas escolas de hotelaria e turismo para o desenvolvimento de iniciativas das incubadoras e respetivas startups e o apoio das suas equipas de turismo no estrangeiro.

A sessão de assinatura destes protocolos decorreu na Fundação de Serralves e contou com as presenças do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, do Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira e da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, do vogal do Conselho Diretivo do Turismo de Portugal, Carlos Abade, e do Presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB