Trump arrasa ‘legado’ de Obama: “Herdei uma confusão”

Presidente norte-americano aproveitou o anúncio do primeiro hispânico da sua administração para atacar a imprensa “desonesta” e a herança “confusa” que Obama lhe deixou.

Jim Bourg/REUTERS

Foi através de um comunicado e não baseado no habitual discurso improvisado,  que Donald Trump se referiu a todas as ações tomadas no último mês e que têm como objetivo o cumprimento das promessas que fez ao povo americano durante a campanha eleitoral. Assim, enumerou e aprofundou várias das medidas como “progressos incríveis” como congelar a regulação federal ou as “conversas muito produtivas” com outros países como o Canadá, Japão, México ou Reino Unido.

Além disso, chamou a si e à sua administração os bons resultados da bolsa norte-americano desde que ganhou as eleições presidenciais e destacou os investimentos que as empresas norte-americanas decidiram retomar em solo americano em vez de levar esses investimentos para outros países, como no setor automóvel.

Trump afirmou ainda que a única coisa que está a fazer é cumprir as suas “promessas de campanha”, no sentido de “devolver o Governo ao povo”, mas ressalvou que herdou uma “confusão” na Casa Branca.

“Para ser honesto, eu herdei uma confusão. É uma confusão. Internamente e no exterior. Uma confusão”, disse Trump.

Na sessão foi ainda anunciado o nome de Alexander Acosta para liderar o Departamento do Trabalho. Caso seja confirmado pelo Senado, Alexander Acosta irá tornar-se o primeiro hispânico da nova administração norte-americana

Mais notícias