Sonae MC garante contrariar precariedade e aposta “fortemente” nos seus recursos humanos

A atual estratégia da Sonae MC para a gestão e desenvolvimento dos recursos humanos passa, essencialmente, pela capacitação e formação, apostando em ferramentas inovadoras de gestão de talento.

Em jeito de balanço desta área, a administradora de Recursos Humanos da Sonae MC, Isabel Barros, assegura que a inovação ao serviço da gestão de talento “é parte fundamental da estratégia de expansão e crescimento da atividade da empresa”.

Com base no recente estudo da APED – Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição, intitulado “As Nossas Pessoas – Um Retrato Social da Distribuição”, a responsável detalhou a presença e contributo para esta radiografia, através da gestão de um universo de 29.500 colaboradores, da Sonae MC.

Assim, sublinhado desde logo que neste capítulo existem “alguns mitos ou ideias erradas sobre a precariedade e a falta de vínculo laboral particularmente no retalho”, de entre os principais números trabalhados no referido estudo destacou, por exemplo, o facto de no setor a antiguidade média ser de 7,1 anos e na Sonae MC ser de 9,6 anos, ou ainda da efetividade no setor ser de 72% e na Sonae atingir os 70%. Isabel Barros deu ainda nota de que o valor de investimento em formação é de 28 milhões de euros no setor e na Sonae MC é de 9 milhões de euros (apenas em 2016), o que se traduz “em 300 euros, em média, por funcionário”, reforçou ainda a responsável.

Questionada sobre um dos temas mais sensível neste universo, os salários praticados, Isabel de Barros revelou que pagam “acima do salário mínimo nacional, sendo que qualquer colaborador que inicie funções recebe 690 euros, valor a que acrescem alguns benefícios, nomeadamente os seguros de vida e de saúde”. Contudo, em seu entender, a atenção que merecem estes aspetos dentro da Sonae MC traduzem-se ainda em pontos como contribuir para “aliviar” os colaboradores nas despesas fixas, ou pontuais, mensais, de relevo ou que possam contribuir para o seu bem-estar: alimentação, creches, manuais escolares ou ginásio.

Convicta de que a estratégia em curso de gestão das “pessoas da Sonae MC” contribui “realmente” para que tenham um ambiente profissional/pessoal mais saudável e equilibrado, Isabel Barros revelou ainda os resultados de um recente inquérito a todos os empregados, no qual participaram 82%, e dos quais 80% referiram ir todos os dias trabalhar com orgulho e 72% diziam estar satisfeitos ou muito satisfeitos com a relação com a empresa.



Mais notícias