Setor automóvel rende 23 milhões de euros por dia ao Fisco

Só em impostos (ISP, e IVA), as receitas aumentaram praticamente mil milhões de euros em 2016, permitindo que o Estado encaixasse 3.259 milhões de euros.

Entre combustíveis, portagens, e compras de automóveis, os portugueses pagaram em 2016 cerca de 8,5 milhões de euros em impostos, mais 2,6 milhões do que no ano anterior, o que representa uma subida de quase 50%, avança o Correio da Manhã neste segunda-feira.

Assim, o Estado conseguiu arrecadar um novo recorde: em média, 23 milhões de euros por dia, de acordo com os dados da Associação Europeia de Construtores Automóveis (ACEA).

A subida de impostos sobre os combustíveis e o aumento das vendas de veículos são os principais responsáveis pela subida de receitas nos cofres do Estado. Portugal é dos países em que a carga fiscal nos combustíveis representa 65% da fatura ao consumidor, por cada litro de gasolina, segundo escreve o CM. Mas, mesmo assim, os automobilistas entregam a maioria da receita aos cofres do Estado no momento da compra do carro, devido ao Imposto Sobre Veículos (ISV).

Só em impostos (ISP, e IVA), as receitas aumentaram praticamente mil milhões de euros em 2016, permitindo que o Estado encaixasse 3.259 milhões de euros.