Seedrs levanta 10 milhões de libras em campanha de financiamento

Mais de 2 mil investidores de 35 países, entre os quais Portugal, investiram na plataforma europeia de equity crowdfunding. Quatro milhões foram investidos pela Woodford Investment Management e 6 milhões angariados através de uma campanha de financiamento.

A Seedrs, plataforma europeia de equity crowdfunding, fechou hoje uma campanha de financiamento que lhe permitiu levantar 10 milhões de libras esterlinas. Deste montante, 4 milhões foram investidos pela Woodford Investment Management e os remanescentes 6 milhões angariados junto dos acionistas existentes e de novos investidores através de uma campanha na plataforma.

Sobre esta operação, a Seedrs informa ainda, em comunicado, que vai usar o capital levantado nesta ronda de financiamento para lançar novas ferramentas com funcionalidades que permitam aumentar a liquidez e o retorno potencial tanto para os investidores como para as empresas; aumentar o volume de vendas e de marketing; lançar um conjunto de novas parcerias estratégicas; e aumentar fortemente a escala da execução de campanhas através da automação, aprendizagem computacional e inteligência artificial.

Diante deste resultado, Jeff Kelisky, CEO da Seedrs, afirma que era “extremamente importante” conseguir alargar a base investidora, sendo que, esta campanha, “demonstra ainda mais a convicção do mercado de que a Seedrs está no caminho certo para criar valor e criar oportunidades quer aos investidores quer às empresas”.

A plataforma não deixa ainda sublinhar que, em menos de cinco dias, a campanha de crowdfunding já tinha superado o objetivo inicial de 6 milhões de libras, arrecadando mais de 7 milhões investidos. Mais de 2 mil investidores espalhados por 35 países participaram na ronda de financiamento, sendo que o investimento individual médio ascendeu a 3.200 libras e o mais elevado atingiu os 800 mil libras. Reino Unido, Alemanha, Portugal, França e Itália foram os países com o maior número de investidores que participaram nesta campanha.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB