Secretas pedem desarmamento. Há em Portugal entre 1 a 1,5 milhões de armas ilegais

Existem entre 1 a 1,5 milhões de armas ilegais em Portugal e, como desde 2006 que não há campanhas para entrega voluntária, as secretas pedem nova iniciativa nacional para desarmamento, noticia o “Diário de Notícias” este domingo.

guns, pistols, rifle, revolvers, and ammunition

As secretas estão preocupadas com a expansão do mercado de armas ilegais em Portugal e defendem, por isso, a realização de uma nova campanha de desarmamento em todo o território nacional.

De acordo com o DN, o gabinete do primeiro-ministro, as forças e serviços de segurança e os ministérios da Administração Interna e da Justiça receberam um relatório do Serviço de Informações de Segurança (SIS), que lembra não existir qualquer iniciativa para o desarmamento voluntário, a nível nacional, desde 2006. As secretas indicam que à luz da atual legislação das armas continua a existir armamento, na posse de particulares, em situação irregular.

O SIS defende que o comércio ilícito de armas continua a marcar o quotidiano das chamadas zonas urbanas sensíveis. Os dados oficiais apontam para apenas cerca de 61 mil armas apreendidas nos últimos cinco anos, em operações de fiscalização e de investigação criminal.

 




Mais notícias
PUB
PUB
PUB