Regresso da aceleração em abril, inflação deverá confirmar ‘volatilidade’ de Draghi

INE divulga esta quinta-feira novos dados sobre o Índice de Preços no Consumidor (IPC) e, caso Portugal continue a seguir a tendência da zona euro, a inflação deverá ter acelerado em abril.

Depois de um mês em que os preços subiram a um ritmo mais lento, a inflação deverá ter voltado a acelerar em abril. Esta quinta-feira, o Instituto Nacional de Estatísticas (INE) vai divulgar novos dados sobre o Índice de Preços no Consumidor (IPC) nacional que poderão confirmar que Portugal continua a seguir o exemplo europeu.

Em março, a inflação acelerou para 1,4% face ao mesmo mês do ano passado, um ligeiro decréscimo em relação ao valor registado em fevereiro (1,6%). Na comparação em cadeia, a inflação mensal foi 1,8% em março, um valor que compara com -0,2% no mês anterior. A variação média dos últimos doze meses tinha sido 0,8%, superior em 0,1 pontos percentuais do que no mês anterior.

Portugal tem seguido a Europa, com uma desaceleração da inflação em março, arrastada pelo preço dos combustíveis. Na zona euro, a inflação em abril regressou aos 1,9%, depois de 1,5% em março e 2% em fevereiro. Se a tendência se mantiver, a subida dos preços em Portugal voltará a crescer em abril.

Após a última reunião do Conselho de Governadores, Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu, classificou a inflação na zona euro como “volátil”, com uma aceleração prevista em abril após o abrandamento no mês anterior, mas adiantou que as pressões subjacentes continuam fracas.





Mais notícias