Qual é o banco que satisfaz mais os portugueses?

Um inquérito da Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco) revela qual é o banco que mais satisfaz os clientes portugueses entre as instituições bancárias.

Um inquérito da Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco) revela que o ActivoBank é o banco que mais satisfaz os clientes portugueses entre as instituições bancárias. O banco lidera as preferências dos consumidores no que toca à transparência, dos custos e das comissões, do atendimento ao cliente e do homebanking, superando a banca tradicional.

A conclusão resulta de um estudo, baseado em 11.861 questionários realizados através do inquérito online anual, sobre bancos e produtos bancários junto dos associados da DECO entre dezembro de 2017 e janeiro deste ano. Numa escala de 1 a 10, o ActivoBank, consegue uma avaliação de 8,6. Seguem-se o Banco Finantia, com 8 pontos de avaliação, e o Banco BiG, com 7,9 pontos.

“Cobram menos pelos serviços, facilitam a compreensão dos produtos que comercializam, são claros em relação aos preçários, atendem bem o cliente e têm sites fáceis de usar. É por estas razões que os clientes bancários se dizem mais satisfeitos com as instituições que operam, essencialmente, através do online. No extremo oposto, está a banca tradicional. É cara, pouco transparente e não prima pelo atendimento ao consumidor”, explica a Deco, em comunicado.

No lado oposto da tabela estão os seis maiores bancos do país. São eles o Banco BPI, Millennium bcp, Montepio, Novo Banco, Santander Totta e Caixa Geral de Depósitos, que são considerados caros, pouco transparentes, demasiado burocráticos e maus no atendimento ao cliente. Estas seis instituições bancárias, que representam mais de 80% do mercado, arrecadam os últimos lugares em quase todos os parâmetros do ranking.

O Deustche Bank é considerado o pior banco entre as instituições bancárias existentes, com apenas 5,1 pontos de avaliação. A completar o top 5 dos bancos que menos satisfazem os clientes portugueses estão a Cofidis (5,2 pontos), o BBVA (5,3), a CGD (5,6) e o Novo Banco dos Açores (5,8).

Please fill the source and the alt text



Mais notícias
PUB
PUB
PUB