Produção petrolífera angolana aumenta e lidera em África

Desde o início do ano que as vendas de petróleo angolano têm estado, em regra, acima dos 50 dólares por barril.

REUTERS/Nick Oxford

Angola atingiu em abril deste ano uma produção diária média de 1,692 milhões de barris de crude, face aos 1,595 milhões de barris do mês anterior, de acordo com o último relatório mensal da OPEP, com dados baseados em fontes secundárias da Organização e compilados hoje pela agência Lusa.

Trata-se do melhor registo de Angola, em volume produzido em quatro meses contabilizados pela OPEP em 2017.

O mesmo relatório refere que em termos de “comunicações diretas” à organização, Angola terá produzido 1,651 milhões de barris de petróleo por dia em abril (uma quebra ligeira face a março), enquanto a Nigéria não terá passado os 1,484 milhões de barris diários (mais 273,6 mil barris por dia).

Desde final de 2014 Angola enfrenta uma profunda crise económica, financeira e cambial, proveniente da forte quebra nas receitas petrolíferas.

Em menos de dois anos, o país viu o barril exportado passar de mais de 100 dólares para vendas médias, no primeiro semestre de 2016, de 36 dólares por barril, segundo dados do Ministério das Finanças, escreve a agência.

 

Mais notícias