Previsões de Bruxelas sinalizam saída do défice excessivo

Comissão Europeia prevê défices abaixo de 2% até 2018.

A Comissão Europeia prevê que o défice orçamental português desça para 1,8% este ano e que se mantenha abaixo do limite de 3% imposto pelo Pacto de Estabilidade, sinalizando que o país deverá sair do Procedimento por Défices Excessivos (PDE).

“Depois de ter ficado em 2% do PIB em 2016, o défice público deverá manter-se abaixo dos 2% no horizonte de previsão”, referem os técnicos de Bruxelas, nas previsões de primavera divulgadas hoje.

A Comissão Europeia estima que o défice aumente ligeiramente para 1,9% no próximo ano, caso não sejam tomadas mais medidas de consolidação orçamental. Quer em 2017 quer em 2018 os valores previstos por Bruxelas são superiores às metas definidas pelo Governo no Programa de Estabilidade apresentado em abril.

Mas, apesar desta divergência nos valores específicos, Bruxelas reconhece uma correção duradoura do défice nos próximos anos, uma condição essencial para o encerramento do PDE a Portugal. A decisão deverá ocorrer ainda este mês, em data ainda a determinar.

Mais notícias