Polémico eurodeputado polaco está de volta: Baixa natalidade é culpa das mulheres que trabalham

O polaco Janusz Korwin-Mikke, que tinha já dito que as mulheres devem ter salários menores que os homens por serem "mais fracas e menos inteligentes", voltou a fazer comentários polémicos.

O eurodeputado polaco Janusz Korwin-Mikke defendeu, na segunda-feira, que a baixa natalidade na Europa é culpa da entrada das mulheres no mercado de trabalho. O eurodeputado, que segundo o El País é conhecido por tomar posições polémicas, acrescentou que o dever das mulheres é ficarem em casa e, como esse não é o cenário generalizado, não vale a pena debater os problemas demográficos na Europa.

“As mulheres não ficam em casa, não têm crianças. Estão todos tão empenhados para que a mulher trabalhe fora de casa. Se não resolvermos isto, não faz sentido debater”, disse Korwin-Mikke, líder do partido de extrema-direita polaco Wolnosc, no debate no Parlamento Europeu sobre o envelhecimento no continente, de acordo com o jornal espanhol.

Em reação, vários eurodeputados pediram esta terça-feira que Korwin-Mikke receba sanções pelas declarações. Esta não é, no entanto, a primeira vez que o eurodeputado defende posições semelhantes, tendo já dito que as mulheres devem ter salários menores que os homens por serem, segundo o próprio, “mais fracas e menos inteligentes”.



Mais notícias