“Para pedir menos do planeta, pedimos mais de nós”. Vem aí um iPhone 100% reciclado?

A Apple está a trabalhar numa "cadeia de fornecimento fechado" que permite à marca produzir os seus equipamentos através de material 100% reciclado. A tecnológica quer deixar de utilizar metais raros e minerais.

Yuya Shino / Reuters

Dias antes do Dia da Terra, a Apple lançou o Relatório de Responsabilidade Ambiental de 2017 com um novo objetivo: acabar com o uso de minerais na produção dos seus materiais.

A empresa diz que está a trabalhar numa “cadeia de fornecimento fechado” que permite que a Apple pare com a exploração de minerais e metais raros.

Fonte: Relatório de Responsabilidade Ambiental da Apple

 

Já em 2015, 93% da energia utilizada pela Apple era proveniente de fontes renováveis, o ano passado esse valor chegou aos 96%, com o intuito de chegar aos 100%.

O relatório de 2017 destaca três prioridades:

• Reduzir o impacto sobre as alterações climáticas através da utilização de fontes de energias renováveis e produzir energia através das instalações;

• Conservar os recursos raros e preciosos;

• Ser a empresa pioneira no uso de materiais mais seguros nos produtos e processos de fabrico.

“Ainda temos um longo caminho a percorrer e muito a aprender. Mas estamos a fazer um enorme progresso”, disse Lisa Jackson, vice-presidente de Iniciativas Ambientais, Políticas e Sociais da marca.

Assim, o documento mostra a vontade da Apple em lançar iPhones e MacBooks feitos 100% a partir de materiais reciclados.

 



Mais notícias