Papa Francisco apela à paz na Síria

O papa Francisco apelou hoje, no Vaticano, à paz na Síria, um país onde a guerra semeia "horror e morte".

Reuters

O papa argentino pediu hoje a Deus que traga “paz a todo o Médio Oriente” e que ajude aqueles que trabalham para “levar alívio e confortar a população civil na Síria”, vítima de uma guerra que “não para de semear horror e morte”.

Perante os fiéis reunidos na Praça de São Pedro falou especificamente do atentado de sábado com uma camioneta armadilhada a autocarros que retiravam civis e combatentes de Alepo, que causou 112 mortos segundo o Observatório Sírio dos Direitos do Homem, considerando-o um “ataque ignóbil”.

O líder católico falou também da América Latina, das “tensões políticas e sociais”, desejando que “se construam pontes de diálogo”.

Os conflitos no Iraque, no Iémen, no Sudão do Sul, na Somália, na República Democrática do Congo e na Ucrânia também não foram esquecidos.