Operação Cashball: André Geraldes em liberdade com caução de 60 mil euros

À saída do Tribunal de Instrução Criminal do Porto, André Geraldes manteve-se em silêncio, e o seu advogado confirmou que, além da caução, o 'team manager' do Sporting fica impedido de exercer funções desportivas, bem como de contactar os restantes três arguidos.

O diretor para o futebol do Sporting, André Geraldes, ficou hoje em liberdade mediante pagamento de caução de 60 mil euros, no âmbito de uma investigação sobre viciação de resultados.

À saída do Tribunal de Instrução Criminal do Porto, André Geraldes manteve-se em silêncio, e o seu advogado confirmou que, além da caução, o ‘team manager’ do Sporting fica impedido de exercer funções desportivas, bem como de contactar os restantes três arguidos.

Na quarta-feira, após buscas na SAD do Sporting, a Polícia Judiciária (PJ) deteve André Geraldes e os empresários Paulo Silva e João Gonçalves, além de Gonçalo Rodrigues, igualmente funcionário do clube ‘leonino’, no âmbito da operação ‘Cashball’, que investiga manipulação de resultados.

A investigação debruça-se sobre suspeitas de corrupção envolvendo vários jogos da I Liga em que alegadamente houve tentativa de favorecer o Sporting.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB