O que dizem os jornais, esta quarta-feira?

Conheça aqui os principais títulos do dia.

Hoje, 5 de abril, na capa do Diário de Notícias: “Cartões pessoais vão ser todos tratados no mesmo local e à mesma hora”. O imobiliário também é noticiado no matutino: “Investidores chineses de olho no património histórico à venda”.

O Público faz manchete com a notícia de que “Marcelo pressiona Governo a dar um tecto a todos os sem abrigo”. Na mesma edição, destaque para “Vítimas de tráfico de pessoas quadruplicam”

O Jornal de Negócios escreve: “Estado garante 43% dos ativos tóxicos do Novo Banco”; “Brasileiros da Azul já podem ter 6% da TAP” e ainda “Construtora do Tâmega pediu um novo PER”.

No Correio da Manhã: “Destruídas 535 mil notas por dia”; “Investidores do Novo Banco arriscam perder capital e juros” e também “Visita do Papa obriga a repor fronteiras”.

O Jornal de Notícias revela: “Autoridade da saúde alerta para surto de hepatite nos festivais”. O diário escreve também sobre a tragédia de Lamego: “Explosão em fábrica de pirotecnia causa oito mortos”.

O jornal I dá hoje enfoque à alteração aos impostos: “Deputado do PS diz que é quase impossível mexerem nos escalões do IRS em 2018”. Além disso: “Costa quer renovar geringonça, partidos não se comprometem”.

 

PUB
PUB
PUB