Novo iPhone transforma Morris Chang, de 86 anos, em bilionário

Morris Chang, presidente da TSMC, a maior empresa de fabrico de chips para telemóvel do mundo, tornou-se bilionário aos 86 anos. A culpa é da procura esperada para o novo modelo do iPhone, que fez as ações da empresa subir 27%.

Chama-se Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. (TSMC) e é a maior empresa mundial do setor do fabrico de chips e semicondutores. Encarregue do fabrico do chip que fará parte do novo iPhone, as ações da empresa cresceram 27% no passado ano, reporta a Bloomberg, dando a ganhar ao seu fundador e presidente, Morris Chang, o seu primeiro bilião, segundo a avaliação do Índice de Bilionários da Bloomberg. Chang, de 86 anos, é dono de 0,5% da empresa.

O aumento da avaliação da empresa está a ser impulsionado pelas expectativas de aumento das receitas provenientes do lançamento do novo iPhone, mas também pelas expectativas a longo prazo de utilização dos chips da TSMC na indústria automóvel, computação de alta velocidade e Internet das Coisas, segundo afirma Randy Abrams, um analista baseado em Taipei do Credit Suisse Group.

Oferta e Procura
O gigante taiwanês dos chips afirmou, depois do fecho dos mercados da passada terça-feira, que o seu rendimento líquido havia caído para 1,9 mil milhões de euros nos três últimos meses, como consequência de uma queda na procura de chipsets para smartphone e valorização da moeda local. Ainda assim, a avaliação da TSMC é de 160,5 mil milhões de euros, o que faz dela a maior empresa cotada na bolsa de Taiwan.

Fundada por Chang em 1987, o Governo de Taiwan é o maior acionista da empresa, através do Fundo Nacional para o Desenvolvimento, com um total de 6,4% das ações.





Mais notícias