Mulheres sauditas autorizadas pela primeira vez a entrar num estádio de futebol

Apesar de o programa de reformas do príncipe herdeiro Mohammad bin Salman pretender alterar o estatuto feminino, o país continua a vedar às mulheres atividades tão simples quanto viajar ou abrir conta bancária.

As reformas implementadas pelo príncipe herdeiro Mohammad bin Salman continuam a caminhar para o aumentar os direitos das mulheres na Arábia Saudita. Apesar de continuarem a enfrentar duras proibições, as mulheres foram, pela primeira vez, autorizadas a assistir a um jogo de futebol, esta sexta-feira.

Centenas de mulheres encheram as bancadas do estádio King Abdullah Sports City, na cidade de Jeddah, mas a autorização inclui também outras duas cidades, segundo noticia a imprensa internacional. Ao longo do fim de semana, mais dois jogos de futebol vão ser abertos à assistência feminina e o governante pretende que os todos os estádios passem a estar preparadas para receber também mulheres.

“Este evento prova que estamos preparadas para um futuro próspero. Estou muito orgulhosa de ser testemunha desta mudança massiva”, afirmou Lamya Khaled Nasser, uma das pessoas que assistiu ao primeiro jogo em que puderam participar fãs de ambos os sexos.

Este foi mais um passo na Arábia Saudita, onde as mulheres passam também este ano a estar autorizadas a conduzir. Apesar de o programa de reformas do príncipe herdeiro Mohammad bin Salman pretender alterar o estatuto feminino, ainda são vedadas às mulheres uma série de liberdades, que lhes condicionam o quotidiano já que continua a ser necessária uma permissão de um homem ações como viajar ou abrir uma conta bancária.



Mais notícias