Madeira: 17% das farmácias insolventes ou ameaçadas de penhoradas

Cerca de 17% das farmácias madeirenses estão em situação de "insolvência e penhora", refere a Associação Nacional de Farmácias (ANF). A solução passa por negociações com os governos da República e Regional no quadro de uma abordagem à realidade nacional no setor.

A ANF refere que o número de farmácias naquela situação continua a aumentar e que nos últimos cinco anos se registou uma subida de 145,2% de farmácias nesta posição, em termos nacionais.

“As dificuldades financeiras do sector colocam em causa a cobertura farmacêutica nacional, a rede de saúde de proximidade à população e o acesso ao medicamento”, reconhece a associação.

No caso da Madeira, 16,9% das farmácias estão em situação de insolvência quando em 2012 esse número era praticamente de 9,2%.

Em termos nacionais, as farmácias com ações de insolvência ou de penhora totalizam 20,1% do total da rede farmacêutica nacional, cerca de 590 farmácias.

Estas informações constam de um estudo realizado pelo Centro de Estudos e Avaliação em Saúde para a Associação Nacional das Farmácias.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB