Lactalis retira mais de 12 milhões de latas de leite em pó por suspeitas de contaminação com salmonela

A operação de retirada das embalagens envolve 83 países, mas a empresa garante que não estão em causa produtos comercializados em Portugal.

A marca francesa Lactalis vai retirar do mercado mais de 12 milhões de latas de leite em pó para bebés, por suspeitas de contaminação com a bactéria salmonela. A operação de retirada das embalagens envolve 83 países, mas a empresa garante que não estão em causa produtos comercializados em Portugal.

O diretor-geral da Lactalis, Emmanuel Besnier, garantiu este domingo em entrevista ao ‘Journal du dimanche’ que a empresa vai indemnizar as famílias afetadas pela bactéria. O último balanço indica que 35 crianças foram diagnosticadas em França com a bactéria salmonela depois de terem consumido um leite produzido pela Lactalis.

A bactéria de salmonela pode causar intoxicação alimentar e os sintomas incluem diarreia, cólicas no estômago e vómitos. A doença é, sobretudo, grave para os mais jovens e idosos, que têm o sistema imunológico mais frágil, elevando o risco de desidratação extrema.

A empresa já tinha anunciado uma megaoperação de retirada de vários lotes de produtos em dezembro. A lista incluía mais de 600 lotes, que tinham como destino vários países da Ásia, África e América do Sul. Ao todo, eram quase 7.000 toneladas de produtos, em que se incluíam também algumas das gamas comercializadas pelas submarcas Milumel, Picot e Celi.

Na altura, fonte da Lactalis adiantou que a contaminação com salmonela tenha tido origem numa fábrica em Craon, no oeste da França.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB