Juncker: “Os 27 líderes estão a trazer de volta a nossa União Europeia”

Veja aqui em direto o discurso anual do presidente da Comissão Europeia sobre o "Estado da União".

Reuters

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, está mais otimista quanto aos próximos desafios da União Europeia. À margem do discurso anual, no Parlamento Europeu, sobre o “Estado da União”, o político luxemburguês apresentou as grandes prioridades do seu executivo para o próximo ano.

“Os nossos 27 líderes estão a trazer de volta a nossa União Europeia”, disse, na cidade de Estrasburgo, esta manhã. O presidente da Comissão Europeia iniciou a sua intervenção frisando que as palavras que havia proferido no ano passado tinham sido menos agradáveis, lembrando que tinha pedido união a todos, de forma a conseguir criar um bloco europeu capaz de “proteger e defender”.

Segundo, Jean-Claude Juncker, os progressos continuam diariamente, nomeadamente em prol da capacidade de investimento do bloco. Um dos seus destaques iniciais foi ainda o desemprego: “Com oito milhões de empregos criados, mais pessoas estão agora empregadas do que nunca na União Europeia. (…) A Comissão Europeia não pode tirar crédito disto sozinha”, sublinhou.

“Temos agora uma janela aberta, mas não vai ficar aberta para sempre. Temos de apanhar a brisa que vem em nosso favor”, afirmou Jean-Claude Juncker, que elogiou o aumento de capital dos bancos e a sua maior capacidade para poder criar empregos, bem como os últimos acordos comerciais com o Canadá ou com a Nova Zelândia.

O presidente da Comissão Europeia apelou a uma “União mais democrática”, em direção ao futuro. O discurso, durante a sessão plenária de rentrée do Parlamento Europeu, teve início às 9 horas locais (8 horas em Lisboa) e segue-se de um debate, que assinala o início do diálogo com o Parlamento e o Conselho para elaborar o programa de trabalho da Comissão para 2018.

As declarações marcam o início da temporada de trabalho dos eurodeputados e surgem seis meses depois de o dirigente europeu ter apresentado o ‘Livro Branco sobre o futuro da Europa’, o contributo da Comissão Europeia para o futuro da UE a 27 e inclui cinco cenários que deverão ser debatidos com e pelos Estados-membros.

Live



Mais notícias