INE: Portugal cresceu 2,5% no terceiro trimestre

Abrandamento da economia deveu-se a uma evolução menos favorável das trocas com o exterior, com subida mais acentuada das importações. Consumo acelera e investimento abranda.

Yiorgos Karahalis/Reuters

O Produto Interno Bruto português cresceu 2,5% no terceiro trimestre deste ano, em termos homólogos, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE). Face ao segundo trimestre, houve uma expansão de 0,5%.

Depois de crescimentos homólogos de 2,8% no primeiro trimestre e de 3% no segundo, a atividade económica abrandou devido a uma evolução menos positiva das trocas com o exterior.

“O contributo da procura externa líquida foi negativo, contrariamente ao registado no trimestre anterior, refletindo a desaceleração em volume das Exportações de Bens e Serviços e a aceleração das Importações de Bens e Serviços”, refere o comunicado do organismo.

Já o contributo positivo da procura interna para a variação homóloga do PIB aumentou, “verificando-se uma aceleração do consumo privado e um abrandamento do Investimento”.

 



Mais notícias