Governo português apela à preservação da unidade em Espanha

O Executivo de António Costa sublinha, em comunicado, a importância do "diálogo político" para assegurar a "ordem constitucional de Espanha", bem como "os direitos, liberdades e garantias dos seus cidadãos".

O Governo português emitiu esta quarta-feira um comunicado sobre a situação na Catalunha, onde apela as instituições espanholas a encontrarem “a melhor solução que preserve a unidade de Espanha”. O Executivo de António Costa sublinha a importância do “diálogo político” para assegurar a “ordem constitucional de Espanha”.

“Portugal respeita a soberania de Espanha e pauta as suas relações bilaterais à luz dos vínculos históricos de amizade e cultura entre os dois povos, dos laços económicos e da participação no desígnio comum que é a União Europeia”, lê-se no comunicado enviado pelo Governo às redações.

O Executivo garante estar a acompanhar “com toda a atenção” a situação na Catalunha e assegura que cabe às autoridades espanholas assegurar a ordem democrática no país, assim como “os direitos, liberdades e garantias dos seus cidadãos”, tendo em vista “um entendimento comum”.

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, convocou um Conselho de Ministros extraordinário para decidir os próximos passos em relação à Catalunha. O líder do Executivo pede à Generalitat (Governo regional) que esclareça se declarou ou não a independência na região e caso isso venha a confirmar-se garante que vai ativar o artigo 155º da Constituição espanhola, que vai permitir suspender a autonomia da Catalunha e invalidar a declaração.



Mais notícias