Fundos Europeus permitem contratação de 300 psicológos até 2023

Programa Portugal 2020 irá financiar em 85% o custo das contratações até 2018, orçamentado em 7,4 milhões de euros.

A contratação de psicólogos deverá contribuir para a diminuição do abandono escolar precoce e o absentismo, através do desenvolvimento psicológico das crianças e jovens, da orientação vocacional e do apoio as actividades educativas e as relações de toda a comunidade escolar. Serão colocados, no norte do país, o maior número de profissionais, 108 psicólogos. No centro serão direccionados 52 profissionais e 40 irão para a região do Alentejo, até 2018. No futuro, serão contratados mais cem.

O objetivo é atingir o rácio, acordado entre a ordem dos psicólogos e o ministério da educação, de um psicólogo por 1100 alunos e permitirá executar a meta com que Portugal se comprometeu com Bruxelas.

“A contratação já devia ter acontecido há um ano e meio” avançou Francisco Miranda Rodrigues, bastonário da ordem dos psicólogos, ao Jornal de Notícias.

Esta situação foi justificada pela “necessidade de estabilizar o sistema informático de todo o Portugal 2020”, reiterou Joaquim Bernardo, presidente do programa Operacional Capital Humano (segmento dos fundos europeus Portugal 2020 para financiar as contratações). Ainda assim, confirmou que o avale oficial dado pelos fundos europeus irá permitir que os psicólogos estejam a trabalhar no próximo ano lectivo.

O bastonário da ordem dos psicólogos lamentou a “instabilidade laboral e o impacto negativo no projecto educativo” que os atrasos das contratações suscitam, referindo que dificilmente os profissionais irão participar na programação de actividades do ano lectivo, adianta o Jornal de Notícias.

Após um ano e meio de o ministério da educação e a ordem dos psicólogos terem assinado o protocolo, os fundos europeus aprovaram o financiamento para a contratação de 200 psicólogos para escolas de todo o país. Os novos psicólogos contratados juntar-se-ão aos quase 300 que já pertencem aos quadros da função pública e aos 400 precários



Mais notícias
PUB
PUB
PUB