Fitch sobre malparado: Orientações do BCE vão melhorar banca

Agência de notação financeira Fitch considerou que as orientações dadas pelo Banco Central Europeu (BCE) para resolver o problema do crédito malparado são mais um passo para melhorar a força da banca da zona euro.

Reinhard Krause/Reuters

O BCE recomendou em 20 de março que os bancos da zona euro devem implementar estratégias “realistas” e “ambiciosas” para resolver o problema do crédito malparado, incluindo nos domínios da gestão e do risco. A instituição quer abordar o tema com “deliberação e firmeza”.

De acordo com a Fitch, as recomendações do BCE pressionam os bancos a agir contra o problema do malparado (‘non performing loans’, ou NPL, em inglês), conduzindo a um fortalecimento do setor.

A agência calcula que, apesar de o BCE não ter identificado os bancos a quem se referem estas recomendações, existam pelo menos 35 de 125 instituições supervisionadas pelo BCE com níveis de malparado acima da média.

“Sobretudo na Grécia, Irlanda, Itália, Portugal e Espanha, mas também em algumas economias do norte da Europa”, lê-se numa nota da Fitch.

De acordo com o BCE, em setembro do ano passado, o ‘stock’ de crédito malparado na zona euro ascendia aos 921 mil milhões de euros.

O problema do malparado vai marcar a reunião dos ministros das Finanças da União Europeia, que decorre no final desta semana em Malta.

PUB
PUB
PUB