Famílias detêm 12% da dívida pública nacional

Desde 2013, o valor de dívida pública detida por famílias duplicou e ascende agora a 17 milhões de euros.

Desde outubro de 2013, quando foram inaugurados os Certificados do Tesouro Poupança Mais, duplicou o valor de dívida pública detida por famílias. A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública, o IGCP, captou mais de 17 milhões de euros de aforradores, que detêm agora 12% do total da dívida nacional, em comparação com os 5,5% detidos em 2013, segundo dados a que o Jornal de Negócios teve acesso.

O IGCP definiu, na altura, como prioridade a recuperação da confiança das famílias e a captação de investimento de aforradores. Para isso, lançou não só os Certificados do Tesouro Poupança Mais, mas também as Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV). Na semana passada, a agência anunciou que tinha emitido 1,4 mil milhões de euros em OTRV.

A procura superou, assim, o montante indicativo anunciado pelo IGCP, que tinha sido inicialmente de 500 milhões de euros e foi revisto para mil milhões de euros na semana anterior. O produto de dívida pública para aforradores particulares foi subscrito por 63.017 investidores, dos quais 96% em Portugal e apenas 4% no estrangeiro.

Mais notícias