Facebook vai mudar o messenger (para pior)

Depois de um período de testes, os primeiros anúncios no Messenger deverão aparecer nas apps de todos os utilizadores ainda este ano, sendo que a introdução será feita de forma gradual.

O Messenger, a plataforma de mensagens da rede social Facebook, vai mudar por forma a tornar-se mais rentável, mas menos agradável para os utilizadores. Depois de seis meses de testes na Austrália, a empresa tecnológica vai introduzir anúncios no ecrã principal da aplicação de mensagens, segundo explicou o gestor de produto Stan Chudnovsky, em entrevista ao VentureBeat.

“É definitivamente uma forma como vamos fazer dinheiro neste momento”, disse Chudnovsky por telefone. “No futuro, há outros modelos de negócios que vamos explorar também, mas todos andam à volta de anúncios de uma forma ou de outra”.

O gestor de produto parece, assim, afastar a ideia que o Facebook estaria a planear um modelo de subscrição como forma de financiamento da app, que conta com cerca de 1,2 mil milhões de utilizadores ativos mensalmente. Os primeiros anúncios no Messenger deverão aparecer ainda este ano, sendo que a introdução será feita de forma gradual.

PUB
PUB
PUB