Estados Unidos pretendem criar “Exército do Espaço”

A lei aprovada na Câmara dos Representantes refere que o "Space Corps" vai herdar competências atualmente atribuídas à Força Aérea norte-americana.

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos da América aprovou na sexta-feira a criação de um novo ramo nas Forças Armadas, designado Space Corps [“Corpo do Espaço”], que vai ter a missão de gerir as operações espaciais. A medida teve resistências entre alguns membros da Casa Branca, que consideram que não é necessário aumentar a burocracia militar.

As Forças Armadas norte-americanas contam com quatro entidades: o Exército, a Marinha, a Força Aérea e os Marines. Os defensores deste ramo e os congressistas acham que, tendo em conta os efetivos militares no domínio espacial e a dependência importante dos satélites, é preciso uma nova entidade para os proteger e controlar.

A lei aprovada na Câmara dos Representantes, que refere que o Space Corps vai herdar competências atualmente atribuídas à Força Aérea, só deverá entrar em vigor mais tarde porque a versão legislativa que se encontra no Senado não contém esta norma.

O representante republicano de Ohio e membro dos Serviços Armados, Mike Turner, propôs uma emenda para retirar este “Corpo do Espaço” do projeto de lei e o Secretário de Defesa, James Mattis, também se mostrou automaticamente contra a proposta e escreveu uma carta de apoio à alteração de Mike Turner.

“É incomum para nós escrevermos sobre um problema como esse”, disse James Mattis aos jornalistas na sexta-feira, conforme noticia a CNN. “Eu não quero fazer mais comentários agora. Deixo isso para o Congresso. Falei sobre o que penso e agora vamos deixar o Congresso fazer o seu papel legislativo”, sublinhou.



Mais notícias