“Esta campanha cheira mal”, acusa Hollande

Presidente francês rompeu hoje o silêncio sobre a campanha presidencial para alertar para o crescimento dos extremismos e considerar que existem demasiados casos de corrupção.

Reuters

“Esta campanha cheira mal”, terá assegurado o ainda presidente francês em privado, de acordo com a informação hoje divulgada por alguns media franceses que consideram que o chefe de Estado socialista está preocupado pelo crescimento da popularidade dos candidatos mais radicais e perante os efeitos desses movimentos nas eleições do próximo dia 23 de abril.

Nas últimas semanas, assinala o vespertinho Le Monde, Hollande está preocupado sobretudo com a subida nas intenções de voto do candidato de esquerda Jean-Luc Mélenchon e acredita que a campanha “tem mais emoção” que “razão”.

PUB
PUB
PUB