‘Escola Virtual’ acessível a jovens com doença oncológica

Protocolo celebrado entre a Direção Regional de Educação (DRE) e a Porto Editora abrange também as crianças ao abrigo do Regime de Proteção Especial.

As  crianças e jovens ao abrigo do Regime Especial de Proteção de Crianças e os jovens com Doença Oncológica  vão passar a ter acesso à Plataforma “Escola Virtual” graças a um protocolo celebrado entre a Direção Regional de Educação (DRE) e a Porto Editora que será oficializado, esta quarta-feira, no Funchal.

Proporcionar a todas as crianças e jovens o acesso aos suportes necessários que permitam a maximização das suas capacidades nos diversos domínios da sua formação e contribuir para  a inclusão social de crianças e jovens com necessidades específicas é o objetivo desta parceria.

Este acordo com a Porto Editora vem, segundo a tutela regional da Educação, complementar o protocolo celebrado recentemente com a PT na área educativa e visa facilitar o acesso aos conteúdos do currículo e à organização do estudo, mesmo em contexto de domicílio ou de internamento, sempre que a fase da doença o permita. A ideia é também promover a criação de redes de apoio que vão assegurar uma resposta mais ajustada.

O documento será subscrito pelo diretor regional de Educação, Marco Gomes, e pela representante da Porto Editora, Andreia Silva.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB