E a mulher mais influente de Portugal é…

No Dia Internacional da Mulher, a equipa do Jornal Económico sugeriu 18 mulheres consideradas as mais influentes do nosso país, que estiveram a votos durante todo o dia 8 de março. Os leitores votaram e escolheram a atual Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal.

No âmbito do Dia Internacional da Mulher, e de acordo com a lista sugerida para votação pela equipa d’O Jornal Económico sobre as 18 mulheres mais influentes em Portugal, a escolha dos leitores foi clara: dos 1.647 votos totalizados, 717 recaíram sobre a atual Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal, com uma percentagem de 31%, tornando-a na mulher portuguesa mais influente no país.

Assunção Cristas arrecadou o segundo lugar com 17% dos votos, mais precisamente 273 votos. A apresentadora do programa matutino da TVI “Você na TV”, Cristina Ferreira, baixou uma posição face ao mesmo escrutínio de 2017 e conseguiu o terceiro lugar da tabela, com 10% (159 votos). Joana Marques Vidal, Assunção Cristas e Cristina Ferreira foram as principais escolhas dos leitores, sobrepondo-se a Catarina Martins (120 votos), a mais influente do ano passado.

As figuras que também se destacaram na votação foram: Francisca Van Dunem (89 votos), Leonor Beleza (88 votos), Teodora Cardoso (67 votos), Sara Sampaio (64 votos), Mariza (39 votos), Elisa Ferreira e Judite de Sousa (ambas 32 votos), Isabel Vaz (28 votos) e Ana Avoila (26 votos).

Vote na mulher mais influente de Portugal




Mais notícias
PUB
PUB
PUB