Doações via Facebook prestes a chegar a Portugal

Disponível nos EUA desde 2015, chegará em breve a vez de os utilizadores europeus e ingleses do Facebook poderem doar dinheiro diretamente a algumas instituições de solidariedade selecionadas. Em Portugal, será possível fazê-lo a partir de outubro.

Só para apoiar as pessoas afetadas pelo Furacão Harvey, o Facebook conseguiu angariar mais de 10 milhões de dólares. E tudo através de um simples toque num botão, uma funcionalidade que até agora, só estava ao dispor dos utilizadores desta rede social nos EUA.

A partir do fim de setembro, no entanto, tal funcionalidade passará a estar disponível em cinco países europeus: Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha e Espanha, onde será testada a utilização de ferramentas de angariação de fundos, incluindo o botão “donate” nas páginas e posts de instituições de solidariedade, avança o The Guardian. Nos restantes países continuará a ser possível utilizar serviços como o JustGiving para esse fim. Mais tarde, em outubro, será a vez de esta funcionalidade estar disponível também em Portugal, assim como na Holanda, Bélgica, Suécia, Dinamarca, Áustria, Finlândia e Luxemburgo.

As instituições que desejem um destes botões terão de pedi-lo ao Facebook, que se encarregará de verificar as informações necessárias para que tal aconteça, o que deverá implicar o envio de informação financeira para o gigante tecnológico. Até agora, não se sabe se haverá um número limite de instituições que se poderão inscrever. Para aumentar o volume de donativos, o Facebook passará a perguntar aos seus utilizadores – 15 dias antes do seu aniversário – se pretendem criar um botão de doação para uma instituição selecionada pelo Facebook.

De acordo com o The Guardian, o Facebook cobrará 5% por cada donativo efetuado (tal como nos EUA), sendo 3,5% utilizados no processo de verificação das instituições, proteção contra fraude, custos operacionais e apoio ao sistema de pagamento. Os restantes 1,5% cobrem os custos do processamento dos pagamentos.





Mais notícias
PUB
PUB
PUB