Os governos regionais da Madeira e dos Açores assinaram ontem em Angra do Heroísmo um acordo relacionado com o princípio da reciprocidade na prestação de cuidados de saúde aos utentes.

Embora não tenham sido revelados oficialmente os assuntos que estarão em cima da mesa, facilmente se antecipa que o tema principal da audiência está relacionado com a eventual aprovação, pelo governo de Lisboa, de nova legislação considerada "fortemente penalizadora" do Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR).

Segundo uma nota informativa da secretaria das finanças este é o valor mais baixo desde janeiro de 2012.

O governo madeirense aprovou a revisão dos Planos de Ordenamento e Gestão das Ilhas Desertas (POGID) e das Ilhas Selvagens (POGIS), elaborados em 2009, com o objetivo de adequá-los às atuais condições económicas, sociais e ambientais.

Hoje em dia, quando um operador de telecomunicações olha à sua volta, já não vê apenas congéneres com produtos e serviços semelhantes a competir pelos mesmos clientes, pessoais e empresariais.

A letra era para ser outra e o tom também. A 15 de janeiro de 1985, o Congresso Nacional brasileiro elegeu pela última vez um presidente de forma indireta, marcando definitivamente o fim da ditadura militar que durava desde 1964.

Há várias formas de corrupção e no Brasil tem-se combatido a corrupção com corrupção. Mas tão ou mais grave do que a corrupção económica é a corrupção do sistema de justiça democrático.

Presos na armadilha a que se armadilharam, meia dúzia de índices económicos dependentes de demasiadas variáveis, profetas confiantes nas suas profecias é um ver se avias, a saltar da carroça…

A democracia portuguesa precisa que os eleitores escolham para seus representantes personalidades que sejam referências morais inquestionáveis.

Os brasileiros, obrigados a votar, sem partidos honestos nem políticos sérios, dão poder a quem podem: ao poder judicial.

PUB
PUB
PUB