Comey: entrevista do antigo diretor do FBI pode “chocar Donald Trump”

Antigo diretor do FBI fala da sua relação com o presidente norte-americano, que o despediu do cargo em maio de 2017.

Jonathan Ernst/Reuters

James Comey ‘promete’ chocar Trump e a sua equipa numa entrevista que os EUA estão a aguardar com enorme expectativa (será emitida este fim-de-semana) e que será divulgada no canal de notícias “ABC”. O antigo diretor do FBI, que foi despedido em maio do ano passado pelo presidente norte-americano, terá, de acordo com fontes presentes no local, poderá deixar Trump em choque, assim como a sua equipa

De acordo com a agência de notícias “Axios”, uma fonte que esteve presente durante a gravação da entrevista revela que James Comey “falou sobre coisas que nunca antes contado” e que “respondeu a todas as questões”, do jornalista George Stephanopoulos.

Donald Trump enfrenta uma investigação por obstrução à justiça que decorre em grande parte pela demissão de James Comey, já que tinha atacado a integridade deste no passado, enquanto diretor do FBI.

James Comey foi afastado do FBI pelo presidente norte-americano depois de repetidamente ter-se recusado a jurar lealdade a Donald Trump. A Casa Branca contrapôs insistindo que esta ação foi desencadeada pelo tratamento de uma investigação de 2016 ao servidor do e-mail pessoal de Hillary Clinton.

Na última quarta-feira Donald Trump negou que a investigação do FBI, liderada atualmente por um advogado especial, faça parte de um complô liderado por pessoas com sérios conflitos de interesse.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB