China culpa EUA pelos conflitos comerciais e diz que não há condições para negociações

O país asiático atacou a administração Trump e Washington culpando-os pelas divergências comerciais. A China continua a intensificar os seus ataques aos EUA através da ameaça de biliões de dólares nas tarifas.

A China culpa os EUA pelo conflito comercial existente entre os dois países e considera que actualmente não é possível continuar com as negociações. A agência “Reuters” refere que esta é a resposta do país asiático, às palavras de Donald Trump, no domingo nas quais o presidente norte-americano previa a queda das barreiras comerciais por parte da China em relação aos EUA e que estava “optimista” de que ambos os países pudessem negociar e assim resolver todos os problemas.

Os meios de comunicação estatais da China analisaram o provável impato das medidas de comércio dos EUA na economia chinesa como sendo produto de um “transtorno de ansiedade”, do governo de Donald Trump.

“Os EUA com uma mão exercem a ameaça de sanções, mas ao mesmo tempo dizem que estão dispostos a conversar. Sob estas circunstâncias, ambos os lados não podem atualmente ter conversas sobre esses assuntos”, afirmou Geng Shuang, porta-voz do Ministro das Relações Exteriores da China”.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB