Centro de Empreendedorismo na Universidade de Coimbra com o apoio do Santander

Banco Santander Totta cria Centro de Empreendedorismo na Universidade de Coimbra com início previsto para o final de 2017.

O Banco Santander Totta e a Universidade de Coimbra renovaram hoje o seu convénio de colaboração para os próximos três anos, que irá incluir, entre outros projetos, a criação de um Centro de Empreendedorismo na Universidade de Coimbra.

Segundo Rodrigo Echenique, Vice-Presidente do Banco Santander, refere que “no Banco Santander acreditamos que a melhor forma de mostrar o nosso compromisso com a sociedade e acompanhar o progresso das pessoas e das empresas é ajudar as Universidades e apostar na Educação”. Destacou ainda que o acordo assinado “irá ajudar a Universidade de Coimbra a reforçar o seu protagonismo e liderança perante a sociedade portuguesa e o mundo”.

O Centro de Empreendedorismo irá permitir o desenvolvimento de um programa específico para a promoção do jovem talento e do espírito empreendedor. Este programa oferece formação e acompanhamento a jovens entre os 18 e os 31 anos, para apoiar o desenvolvimento de ideias inovadoras e de base tecnológica em centros de coworking e de formação localizados em campus universitários.

Ainda na área do empreendedorismo, a Universidade de Coimbra participará também no XXI Century Challenge – Tshingua China, um programa realizado ao longo de 10 dias na sede da Universidade de Tshinhua, em Pequim, um dos maiores polos de inovação com maior projeção internacional. A Universidade de Coimbra terá uma equipa presente neste programa, que reúne estudantes universitários de vários países, que se destacam pelo seu talento e espírito empreendedor.

Através de uma parceria do Santander com a Babson College, nos EUA, a Universidade de Coimbra poderá selecionar anualmente alguns participantes para o Programa de Formação de Jovens Empreendedores da Babson College. Esta escola de negócios é líder na formação em empreendedorismo e realiza anualmente, e durante duas semanas, um programa intensivo de formação nesta área. Em ambos os programas, o Santander assume os custos da presença dos participantes da UC.

A renovação da parceria entre as duas instituições permitirá ao Banco continuar a apoiar vários projetos desenvolvidos pela UC. O fomento à internacionalização, através da concessão de bolsas de mobilidade, e o fomento à empregabilidade, assente na concessão de bolsas de estágio aos estudantes em PME locais e na realização de workshops, são dois eixos importantes desta relação. A investigação é também um ponto muito importante deste apoio, como mostram os últimos projetos desenvolvidos nesta área na UC: a inauguração do Laboratório Santander de Geotecnia, Geofísica e Tratamento de Minérios na Faculdade de Ciências e Tecnologia, e o MAREFOZ, um laboratório científico da UC de apoio a atividades económicas ligadas ao Mar na Figueira da Foz.



Mais notícias