Carros elétricos estacionados dão 1300 euros aos seus proprietários na Dinamarca

A Nissan e a Enel analisaram de que forma é que as baterias dos carros elétricos podem ajudar a equilibrar a oferta e a procura e criar um novo fluxo de receita para aqueles que os têm.

Rebecca Cook / Reuters

Os proprietários de veículos elétricos na Europa estão a arrecadar cerca de 1.300 euros por ano apenas a estacionar o seu carro e a fornecer o excesso de energia de volta à rede elétrica devido a testes da Nissan e da Enel, anunciou à Bloomberg um dos responsáveis da fabricante japonesa.

A Nissan realizou testes com mais de 100 carros em toda a Europa, mas só na Dinamarca é que os fãs dos elétricos foram capazes de ganhar dinheiro ao fornecer o excesso de energia à rede elétrica, de onde veio inicialmente. A agência refere que os proprietários conseguiram cerca de 1.300 euros anuais, consoante explicou um porta-voz em entrevista.

“Se deslumbrantemente inserir no mercado uma grande quantidade de carros elétricos sem qualquer visibilidade ou controlo sobre a sua influência da rede elétrica, pode estar a criar novos problemas”, afirmou à Bloomberg Francisco Carranza, diretor de serviços de energia da Nissan Europa. As firmas analisaram de que forma é que as baterias dos carros elétricos podem ajudar a equilibrar a oferta e a procura e criar um novo fluxo de receita para aqueles que os têm.

Segundo os dados do Observador Cetelem Automóvel 2017, divulgados no início do mês, os portugueses têm uma opinião positiva em relação às viaturas elétricas e híbridas. O estudo levado a cabo pela empresa de crédito ao consumo afirma que os portugueses atribuem uma pontuação de 7,1 e 7,4, respetivamente, a este tipo de motorizações, numa escala de zero a dez.

Já o Company Cars Policy Survey 2017 concluiu que 22% das organizações admite ter implementado a introdução de automóveis híbridos ou elétricos nas suas frotas, 29% refere a intenção de o fazer nos próximos dois anos e quase metade (49%) não planeia fazê-lo.





Mais notícias