Cancro em Portugal: 500 mil sobreviveram e 100 mil estão em tratamento

Número de casos e de novos doentes vai continuar a aumentar nos próximos anos, revela a Liga Portuguesa Contra o Cancro.

O presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Vítor Veloso, refletiu acerca deste números e lembrou que o cancro se tem tornado cada vez mais uma doença crónica e já não tanto uma doença aguda, como escreve a Lusa.

 “Apesar de a incidência [novos casos] estar a aumentar, a cura e a sobrevivência com grande qualidade de vida são cada vez mais evidentes”, declarou Vítor Veloso na sessão de encerramento dos 75 anos da Liga Portuguesa Contra o Cancro. Mas, o número de casos e de novos doentes vai continuar a aumentar nos próximos anos.

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, também lembrou que os novos casos em Portugal têm crescido a uma taxa de 3% ao ano.

O tabaco é o principal fator de risco para as duas principais causas de morte no país: as doenças do cérebro e cardiovasculares e o cancro.

No mesmo evento, o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, recordou que todos os anos surgem em Portugal 40 mil novos casos de cancro, uma doença que mata anualmente cerca de 20 mil pessoas.

Tags
Mais notícias
PUB
PUB
PUB