Cafôfo diz que aposta da CMF no Smart Funchal é para a cidade continuar a adaptar-se aos novos tempos

“A nossa aposta nesta cimeira é, assim, o repto a que o destino Funchal se continue a adaptar aos novos tempos, porque as cidades inteligentes já não são uma moda, são uma realidade. Temos de estar virados para o futuro e o futuro são as cidades inteligentes”. Quem o disse ontem na abertura do Smart Funchal 2017 foi presidente da Câmara Municipal do Funchal.

Paulo Cafôfo considerou, no discurso de abertura, que “esta é uma discussão que terá impacto e que fará a diferença e é por isso que quisemos tanto investir nela, sendo ambiciosos nos temas e dando-lhe um caráter internacional. O Smart Funchal será um dos eventos marcantes do ano na Região.”

O presidente reiterou, de seguida, que “as smart cities e as novas tecnologias são um campo claro onde podemos e queremos progredir, partindo do nosso turismo tradicional, e dos seus alicerces num passado de sucesso, para projetar o Futuro e para sermos competitivos para os dias que já aí estão. O objetivo do Funchal é claro: queremos continuar a ser o catalisador do que é o Turismo na Região e distinguir-nos como um das cidades mais interessantes do mundo para se visitar”.

Paulo Cafôfo referiu que na Câmara Municipal do Funchal têm feito a sua parte e “seguido esse caminho e temos motivos de orgulho no nosso trabalho no que diz respeito à modernização administrativa, à participação, à inovação e à sustentabilidade”, citando, como exemplos, a nova Loja do Munícipe, a plataforma Funchal Alerta, para o reporte de ocorrências na via pública, ou o roteiro turístico móvel JiTT.travel Funchal.

O Smart Funchal 2017, é uma conferência internacional que a autarquia madeirense organiza até hoje e que debate, no Teatro Municipal Baltazar Dias, questões relacionadas com o Turismo Sustentável, as Cidades Inteligentes e o Desenvolvimento Local.

No âmbito do evento, passam pelo Funchal 20 oradores nacionais e internacionais, entre os quais Kevin Brauch, anfitrião de um popular programa sobre viagens, Luigi Cabrini, presidente do Conselho Global de Turismo Sustentável e conselheiro do secretário-geral da Organização Mundial de Turismo e Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal.



Mais notícias