Bruxelas disposta a abrir negociacões sobre o brexit já amanhã

Donald Tusk declara saber quando terminarão as negociações do Brexit; Jean-Claude Juncker diz que a Comissão Europeia está pronta para abrir as negociações “amanhã de manhã”. A Europa parece não querer esperar mais pelo Brexit.

Jon Nazca/Reuters

As mais recentes declarações públicas dos presidentes do Conselho Europeu e da Comissão Europeia apontam para uma resolução rápida do processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, espera que não haja “mais atrasos” nas negociações entre a União Europeia e Londres sobre o Brexit: “No que à Comissão Europeia diz respeito, estamos prontos para abrir as negociações amanhã de manhã às 9:30 h, por isso estamos à espera de visitas de Londres. Espero que não haja mais atrasos na conclusão destas negociações”, afirmou Jean-Claude Juncker durante uma conferência de imprensa em Praga, citado pelo Jornal de Notícias.

Referindo que as eleições do passado dia 8 de junho foram de particular importância, Juncker espera que os resultados “não tenham impacto de maior nas negociações”, acrescentando que a Comissão Europeia está “ansiosamente à espera” que os trabalhos se iniciem. O presidente da Commissão escusou-se, no entanto, a comentar a possibilidade de prolongar o prazo de dois anos para a conclusão das negociações, limitando-se a responder que “antes de se colocar a questão de prolongar as negociações, é necessário que as mesmas comecem”.

Já Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, revela que a Europa não deverá estar aberta a este prolongamento. Utilizando a rede social Twitter, Tusk declarou que, depois do resultado das eleições do Reino Unido, não se sabe quando começarão as negociações do Brexit, mas sabe-se “quando têm de terminar”. Na mesma mensagem, pede à União Europeia e ao Reino Unido que “façam o melhor possível” para evitar que não haja acordo “como resultado da ausência de negociações”.

Mais notícias