BCP arrasta bolsa lisboeta para o vermelho

Banco liderado por Nuno Amado mantém tendência de queda da sessão de ontem e penaliza o PSI 20.

O PSI 20 segue esta quarta-feira a negociar em terreno negativo, a perder 1,02%, para 5.142,43 pontos, num dia que a tendência é de queda generalizada nas bolsas europeias.

A liderar as perdas está a Mota-Engil, que cai 2,31%, para 2,540 euros por ação. Os títulos do BCP perdem 2,02%, para 0,208 euros, depois de o banco liderado por Nuno Amado ter acumulado ontem uma queda de mais de 3%, a corrigir das subidas da semana passada.

Na energia, a Galp cai 0,72%, para 14,465 euros, a REN recua 0,52%, para 2,884 euros, e a EDP desce 0,23%, para 3,070 euros. Em sentido contrário, a EDP Renováveis ganha 0,01%, para 6,959 euros.

Nas restantes praças europeias, o espanhol IBEX 35 cai 0,64%, o alemão DAX recua 0,33%, o francês CAC 40 perde 0,56% e o britânico FTSE 100 desliza 0,03%. As bolsas estão a ser penalizadas pelo receio dos investidores em relação à estabilidade política nos EUA, depois de Donald Trump ter admitido ter fornecido informação confidencial à Rússia.