BCE já tem 1,78 biliões de euros em obrigações europeias

No caso de Portugal, a instituição liderada por Mario Draghi comprou um total de 29.570 milhões de euros em obrigações, desde março de 2015.

Yves Herman/Reuters

O Banco Central Europeu (BCE) já adquiriu 1,78 biliões de euros em obrigações da zona euro no âmbito do Quantitative Easing desde março de 2015, quando lançou o programa para estimular a economia da moeda única durante a crise. No caso de Portugal, o valor acumulado da dívida pública nacional comprada pelo BCE chegou a 29.570 milhões de euros.

Em setembro, a instituição liderada por Mario Draghi aumentou ligeiramente o valor das Obrigações adquiridas. O BCE comprou, no mês passado, 494 milhões de euros em bonds portuguesas, face aos 414 milhões de agosto, segundo dados divulgados esta terça-feira pelo banco central.

O total comprado pelo BCE em setembro foi de 50.795 milhões de euros, sendo que a Alemanha continua a liderar a lista de países da zona euro, com a aquisição de 11.676 milhões de euros em Bunds.

O programa, que foi iniciado como parte do esforço para estimular a inflação e o crescimento económico na zona euro, prossegue com um valor mensal máximo de 60 mil milhões de euros desde abril. O plano é manter o programa, pelo menos, até dezembro deste ano, mas Draghi já anunciou que o Conselho de Governadores vai começar a discutir o fim dos estímulos este mês.

A expetativa dos analistas é que é o chamado tapering, ou seja, a redução gradual do programa de compras, aconteça através de um prolongamento das compras para o próximo ano, mas com um volume menor. A valorização do euro e a resistência da inflação têm sido preocupações, que poderão ter implicações no momento de delinear os pormenores do fim dos estímulos.





Mais notícias