BBVA sofre perdas operacionais de 608 milhões em Espanha

O banco reduziu em 1.452 o número de trabalhadores só em Espanha em 2016, avança o El Economista.

O BBVA sofreu perdas operacionais de 608 milhões por causa da sua atividade em Espanha, avança o El Economista. Se fossem incluídos os impostos os prejuízos operacionais seriam de 500 milhões, já que o pagamento de impostos foi menor do que em anos anteriores.

O banco liderado por Francisco Gonzalez apresentou valores consolidados positivos, apesar das perdas no imobiliário e das provisões extraordinárias para enfrentar potenciais indemnizações por causa da “cláusulas solo” no crédito hipotecário.

Espanha é a única geografia a dar prejuízo ao BBVA, já que no Japão, China, Coreia do Sul e Finlândia a performance não foi tão negativa.

O banco reduziu em 1.452 o número de trabalhadores  só em Espanha em 2016, para os 31.451 colaboradores.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB