InícioNotícia escrita porShrikesh Laxmidas (Página 2)

slaxmidas@jornaleconomico.pt

Em tempos de tensões comerciais, desvalorizações e regresso da volatilidade aos mercados globais, a Bolsa de Lisboa tem conseguido limitar o impacto. A economia nacional e não estar em máximos vão continuar a ajudar no segundo trimestre do ano.

A operação terá como 'Joint Lead Managers' o Barclays, o Caixa Banco de Investimento, o Deutsche Bank, o HSBC, o Morgan Stanley e o SG CIB,

A nível nacional, o Programa de Estabilidade que o Governo vai enviar ao Parlamento sexta-feira irá dominar as atenções. Nos Estados Unidos a época de resultados entra em ritmo cruzeiro, enquanto a inflação de março e as minutas da Fed também vão estar em foco.

A energética informou que Stilwell de Andrade é o novo o representante para as relações com o mercado e com a CMVM, um cargo que segundo a prática da empresa é ocupado pelo 'Chief Financial Officer'.

A sinistralidade rodoviária está a subir de novo em Portugal. Não, vamos deixar de lado os paninhos quentes e dizer as coisas como elas são: inacreditavelmente, há mais pessoas a morrer na estrada.

António Mexia, reconduzido esta quinta-feira como CEO da EDP, negou que tivesse havido qualquer contacto entre a empresa e outras elétricas europeias com vista a uma fusão. Notícias sobre uma abordagem pela italiana Enel, "são realidades virtuais", sublinhou.

António Mexia foi questionado sobre se a investigação na qual é arguido ensombrou a reunião magna e rejeitou a ideia: "Lá dentro não havia sombra nenhuma".

Em Assembleia Geral, o acionistas da elétrica aprovaram a eleição do Conselho de Administração Executivo para o triénio 2018-2020. António Mexia inicia o quinto mandato como CEO. O ex-ministro Luis Amado passa a ser 'chairman', substituindo Eduardo Catroga.