InícioNotícia escrita porShrikesh Laxmidas

slaxmidas@jornaleconomico.pt

As previsões para a expansão da economia portuguesa este ano estão a melhorar. Além do banco central, também o ministro das Finanças disse hoje que o Governo vai rever em alta a previsão para um crescimento de perto de 2%.

O Jornal Económico apurou que Marco Lebre, um dos três sócios fundadores da private equity em 2003, vai sair da administração da Explorer no fim de abril.

O CEO da elétrica informou que as duas transações anunciadas ontem deverão estar concluídas no final do segundo trimestre ou no início do terceiro. Em relação à EDP Renováveis salientou que a limitada liquidez do título criou dúvidas sobre a necessidade do grupo ter duas cotadas em bolsa.

O banco de investimento diz que a venda da Naturgas é feita a uma valorização muito positiva, enquanto os minoritários da EDP Renováveis serão adquiridos a um valor abaixo da avaliação.

Os títulos da eólica disparam para 6,87 euros. Ontem, a 'casa-mãe' EDP-Energias de Portugal lançou uma OPA para comprar os 22,5% da EDP Renováveis que não detém, a um preço de 6,80 euros por ação. A cotação da EDP, por sua vez, abriu a ganhar 4,2%.

Após as notícias sobre o défice público terem dominado o fecho da semana passada, o tema continua em foco com a divulgação da síntese de execução orçamental de fevereiro esta tarde. 

Apesar do momento difícil da economia, a campanha presidencial tem sido dominada por polémicas e a ameaça Le Pen. Veja aqui como os quatro principais candidatos propõem pôr a França a crescer.

O número divulgado pelo INE abre caminho para Bruxelas confirmar em abril que Portugal saiu do procedimento por défices excessivos pela primeira vez em oito anos.