InícioNotícia escrita porRicardo Santos Ferreira

rsferreira@jornaleconomico.pt

As relações económicas e políticas entre Portugal e França estreitaram-se nos últimos anos. O ritmo de investimento resistiu aos anos de crise e o aumento do turismo e do número de residentes consolidou a tendência: para França, Portugal está na moda.

O prémio carreira foi atribuído a Mário Pereira Gonçalves, presidente da AHRESP – Associação de Restauração e Similares de Portugal.

Resultados foram afetados pela aquisição da Papyrus France, em dezembro de 2016, e pela venda da Inapa Suíça.

O Orçamento do Estado para o próximo ano é considerado decisivo para as empresas da área da saúde, que se queixam da crónica suborçamentação no setor. Todas as expectativas de desenvolvimento passam por saber da disponibilidade para investimento.

Jornal britâncio The Guardian diz que pelo menos quatro altos quadros de construtoras brasileiras envolvidos em escândalos de corrupção compraram imóveis em Portugal e pediram vistos de residência, em 2014.

Lumni é o novo projeto do chef Miguel Castro e Silva, em Lisboa.

Presidente do PS-Madeira define como objetivo para as autárquicas vencer mais câmaras e ter mais vereadores que os outros partidos. E diz que as eleições são, também, um teste ao governo do PSD.

O presidente da comissão executiva da Claranet em Portugal diz que as cinco aquisições que foram feitas, em três anos, tornaram a empresa num dos mais importantes agentes do mercado e constituem um compromisso assumido.