InícioNotícia escrita porRicardo Sant' Ana Moreira, Investigador em Trabalho e Segurança Social

A rendibilidade da floresta tem de ser compensada com ações de política pública em defesa do bem comum e não em defesa dos lucros das celuloses.

Este é um processo triplamente benévolo: porque pode acabar com a contratação ilegal no Estado, porque pode resultar numa redução de custos para a Administração Pública e porque pode contribuir para a melhoria dos serviços públicos.

PUB
PUB
PUB