InícioNotícia escrita porNuno Miguel Silva

nmsilva@jornaleconomico.pt

Segundo este artigo do jornal espanhol 'El Economista', prevê-se que a economia de Portugal termine este ano superando o PIB 'per capita' real (descontando a inflação) de 2007.

Este impacto foi considerado "nefasto e desastroso" pelo vice-presidente e administrador delegado do Grupo Meliá, Gabriel Escarrer.

"Ainda assim, Portugal será um dos países onde o setor mais evoluirá, assistindo-se a uma estagnação, senão mesmo regressão, na generalidade dos Estados da União Europeia", destaca um comunicado da Cetelem.

Rui d'Orey, presidente reeleito da Agepor defendeu hoje que "depois das condições económicas e financeiras da indústria [de transportes marítimos] terem ditado um processo de concentração, será a revolução digital a forçar os próximos passos".

As rotas da TAP entre Portugal e Espanha, com destaque para Barcelona – Porto e Sevilha – Lisboa, estãoa ser promovidas pela companhia aérea nacional na FITUR, feira internacional de turismo que hoje se iniciou em Madrid.

As futuras tendências da alimentação foram evidenciadas na conferência Inov2Agro - Inovação e Tendências Alimentares 2018, da InovCluster e do CATAA (Centro de Apoio Tecnológico Agro-Alimentar)/CEi (Centro de Empresas Inovadoras), que teve lugar na semana passada em Castelo Branco, no CEi.

Entre os maiores destaques deste estudo, percebe-se que as 1.808 organizações presentes no Encontro Anual do Fórum Económico Mundial em Davos-Klosters têm cerca de 813 mil veículos nas suas frotas emitindo em conjunto aproximadamente 3,09 milhões de toneladas de CO2 por ano.

O projeto possibilitará a criação de 100 novos postos de trabalho, a acrescentar aos 650 empregos já existentes nas unidades industriais da Metalogalva da Trofa e de Albergaria-a-Velha.